Carrinho

Já citamos em outros posts a importância de pregar o Evangelho e ter como propósito o estabelecimento da Verdade por onde formos, levando os princípios desse Reino a cada esfera da sociedade. Mas afinal, o que são essas esferas?

 

No livro Template social do Antigo Testamento, escrito por Landa Cope, encontramos mais detalhes sobre essa estratégia para influenciar e estabelecer a cultura do Reino de Deus. Essa obra possui uma cosmovisão cristã que nos ajuda a entender mais do nosso propósito como embaixadores desse Reino.

 

As sete esferas são importantes porque representam áreas fundamentais da vida social que influenciam a forma como as pessoas interagem e se relacionam entre si. Cada uma delas tem uma função específica e é responsável por fornecer serviços e coisas essenciais para a existência e o bem-estar da sociedade. O objetivo de trazer o Reino de Deus para essas esferas é fazer com que as atividades humanas nessas áreas sejam guiadas pelos princípios e valores cristãos, para que a sociedade possa refletir a vontade do Pai.

 

 

Qual é a importância das sete esferas?

 

 

  1. Governo

A esfera governamental é responsável pela criação e aplicação de leis que regulam a vida social, além de prover serviços públicos, tais como saúde, segurança pública, educação, infraestrutura e assistência social. Os cristãos devem se envolver na política e buscar eleger líderes que reflitam os valores do Reino — a justiça, a misericórdia, o cuidado com os mais vulneráveis etc. Só assim poderemos trazer justiça e princípios das Escrituras para a nossa nação.

A seguir estão elencados alguns pontos relevantes descritos no livro Template social do Antigo Testamento, de Landa Cope.

1. O Governo é uma instituição de Deus essencial para o cuidado de uma nação.

2. É o povo que dá autoridade ao Governo.

3. O caráter de um líder político é importante e deve ser considerado pelo povo antes do voto.

4. O Governo deve representar toda a população.

5. Uma das finalidades principais do Governo é fornecer uma fonte de resoluções justas para as disputas e conflitos da população.

 

2. Economia

 

A esfera econômica abrange a produção, distribuição e consumo de bens e serviços. Ela é responsável por gerar empregos, aumentar a renda da população e promover o desenvolvimento econômico. Os cristãos podem buscar fazer negócios de maneira ética e responsável, respeitando os direitos dos trabalhadores e do meio ambiente. Eles também podem apoiar iniciativas que promovam a economia solidária e a justiça econômica.

 

3. Ciência

 

A esfera científica é responsável pela pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias, medicamentos, soluções ambientais e inovações que melhoram a qualidade de vida das pessoas. Os cristãos podem apoiar pesquisas úteis para a sociedade e se envolver no meio científico, desde que não viole a ética cristã. Além disso, um cristão também pode se envolver e utilizar as leis de Deus para abençoar todas as pessoas, buscando um padrão de vida melhor, uma saúde integral e uma administração responsável de todos os Seus recursos naturais. 

 

4. Igreja

 

A esfera da Igreja é responsável, com base na Bíblia, por alcançar cada criatura e discipular todas as nações. Isso é exercido por meio da evangelização e da capacitação de pessoas  para exercerem seus chamados, cumprindo, assim, a grande comissão de pregar o Evangelho.

Sua Ekklesia, seja na expressão embrionária do conventus ou em uma versão mais expansiva, foi projetada como o veículo para injetar o fermento do Reino de Deus na massa, que é a sociedade, para que primeiro as pessoas e depois cidades e, finalmente, nações fossem discipuladas (veja Atos 1.8; 5.28; 19.10; Romanos 15.22-24; Apocalipse 21.24-25).

Esse livro fala sobre a função da Igreja. O próprio autor cita que a revolução começa dentro dela. Para que haja uma sociedade transformada pela verdade da Palavra, nós precisamos de uma Igreja influente e cheia do poder de Deus.

Depois dos cultos aos domingos, deveríamos estar enviando os membros para casa preparados para serem embaixadores de Cristo, com sabedoria específica em cada uma de suas áreas de atuação.

5. Família

 

A Bíblia é sempre clara quando cita a família. Entendemos que existe um padrão do Senhor sobre como ela deve ser construída e estabelecida, segundo as Escrituras. A esfera familiar é a base da sociedade e é responsável pela educação e cuidado das crianças, além de apoiar emocionalmente e financeiramente os membros da família. Os cristãos podem buscar viver de maneira que reflita o amor de Deus em suas relações familiares e educar seus filhos através de valores bíblicos.

O propósito da Família é o de prover um ambiente de educação seguro para o crescimento, como, também, prover princípios e o desenvolvimento da próxima geração. É o alicerce mais fundamental na construção da sociedade. Grandes questões abrangem: amor, disciplina, ser um modelo dos princípios de Deus preparando os filhos para seguirem sua vocação e o amor do marido criando o ambiente do lar.

6. Educação

 

A esfera educacional é responsável pela formação e capacitação de pessoas para o mercado de trabalho e para a vida em sociedade. Nesse tempo, encontramos nas instituições de ensino muitas ideologias e doutrinas sendo pregadas, algumas totalmente contrárias à Bíblia. Por isso, precisamos com urgência ocupar o nosso lugar como educadores e promover os valores cristãos, tornando a Palavra mais presente na vida das crianças e adolescentes.

Proporcionar o necessário para o desenvolvimento dos dons e talentos dados por Deus a todas as crianças para o serviço dos indivíduos e da sociedade, acreditando que cada uma tem o direito de ter esses dons desenvolvidos ao seu potencial máximo. Grandes questões abrangem: processo integrado de transmissão de princípios e conhecimento com apoio e envolvimento da família.

7. Comunicação, artes e entretenimento

 

A esfera da Comunicação, artes e entretenimento é responsável por informar e entreter as pessoas, também por produzir conteúdos culturais que refletem a identidade e a diversidade da sociedade. Os cristãos são livres para produzir conteúdos culturais que refletem os valores do Reino de Deus, promovendo a beleza, a verdade e a justiça em sua arte e entretenimento. Como criaturas feitas à imagem do Criador, nós temos essa bela capacidade de criar, dada por Ele.

A comunicação tem como proporcionar informações verdadeiras e objetivas de importância a toda a sociedade para que os cidadãos possam tomar as suas decisões com conhecimento.

Por fim, qual é a nossa missão?

 

Nossa missão é estar presente em todas essas áreas, influenciar e discipular as nações por meio do nosso serviço. Todos nós fomos chamados para alguma dessas esferas para fazer a diferença e trazer a cosmovisão cristã para a sociedade. Se não ocuparmos o nosso lugar para influenciar, perderemos a oportunidade de estabelecermos o Reino ao qual o Senhor nos deu acesso através do sangue de Jesus. O mundo que vivemos precisa conhecer o que Deus diz sobre cada esfera citada aqui. Por meio do chamado que recebemos, somos capazes de refletir quem Ele é e trazer luz ao mundo.

 

Em resumo, trazer o Reino de Deus para essas esferas envolve uma ação prática dos cristãos em suas áreas de atuação, buscando sempre promover a vontade do Pai acima de tudo, fazendo todas as coisas com excelência e trazendo transformação por meio da influência.

Política de privacidade