Carrinho

Mulheres feitas à imagem de Deus carregam o Seu poder de influência e transformação para serem luz em meio às trevas, incentivando as pessoas a se tornarem mais parecidas com Jesus. Aquelas que têm temor a Deus e O obedecem verão a Sua glória e colherão frutos eternos, pois escolhem diariamente cumprir o propósito d’Ele para elas. 

 

Na Palavra encontramos diversos exemplos de como Deus escolheu mulheres para fazerem grandes coisas em Seu nome. De geração em geração, o Senhor continua as chamando para serem parte do que Ele está fazendo aqui na Terra. Antes de citarmos alguns exemplos da Bíblia, queremos trazer à sua memória um pouco do que a Palavra diz sobre a mulher que agrada a Deus. 

 

Em Provérbios 31, encontramos a descrição de como deve ser a vida, comportamento e caráter da mulher virtuosa. Algumas das características que fazem com que ela se destaque e sirva de exemplo para nós são: 

 

  1. Ela não é achada facilmente (Provérbios 31:10). Tudo que é valioso está em um lugar separado das demais coisas e não se acha com facilidade. Por conta de seu grande valor, a mulher virtuosa precisa estar separada do pecado, em busca constante pela santidade de Deus e pronta para não ser influenciada pelo mundo, mas sim pela voz do Pai. Isso a torna rara e faz dela diferenciada. 

 

  1. Ela é bondosa (Provérbios 31:12) porque se parece com Deus. A verdadeira identidade dessa mulher se baseia n’Ele — a criatura reflete o Criador. Em meio a tanta maldade, consegue florescer em bondade, amor e empatia, porque aprendeu com seu Senhor. 

 

  1. Ela é trabalhadora (Provérbios 31:13). Não estamos nesse mundo para sermos servidos, mas para servir e fazer tudo para a glória de Deus. Na nossa sociedade de hoje, todos estão preocupados com seus próprios interesses e pouco dispostos a servir. A mulher de Provérbios 31 entende muito bem a importância do trabalho e está pronta para fazer o que for necessário pela sua família e pessoas ao redor sem esperar nada em troca, apontando para a atitude de Cristo na cruz. 

 

  1. Ela carrega luz (Provérbios 31:18). Citando o próprio versículo: “sua lâmpada não se apaga de noite”, ou seja, sua luz não é influenciada pela escuridão, mas ela se mantém alerta, mesmo à noite. Ela mantém a luz acesa em meio a escuridão e não perde o seu brilho ou foco naquilo que importa. 

 

  1. Ela vê além dela mesma (Provérbios 31:20). Olhar para o próximo e estender a mão com compaixão e generosidade são hábitos constantes no seu dia a dia. Sua atenção não está focada em si mesma, mas em Jesus. Assim, ela se torna uma referência graças à escolha de olhar além de suas vontades e desejos. O coração dela está sempre disposto a ajudar aqueles que precisam. 

 

  1. Ela faz tudo com excelência (Provérbios 31:21). Seu padrão é a excelência e nada menos que isso. Todos ao seu redor podem ver o quanto ela se esforça para entregar o que tem de melhor à sua família, não deixando para última hora o que pode ser feito antes. Todos provam do seu zelo e amor. O cuidado e a provisão de Deus com Seus filhos são refletidos na vida dela. 

 

  1. Ela cuida da sua aparência (Provérbios 31:25). Uma mulher que entendeu que é criação de Deus e templo do Espírito Santo cuida daquilo que lhe foi entregue — seu corpo. Ela não negligencia sua aparência, mas entende seu valor e busca refletir Jesus através daquilo que veste e faz. 

 

  1. Ela honra seu cônjuge (Provérbios 31:23). Seu marido é honrado através da sua vida. Para ela, isso não é um problema, mas sim uma grande alegria. Afinal, os dois são uma só carne! Contribuir para que seu cônjuge seja respeitado e honrá-lo demonstra obediência e amor por Deus. 

 

  1. Ela é sábia (Provérbios 31:26). Seu falar edifica, constrói e traz vida. Suas palavras carregam a sabedoria de Deus. O ensino dela é sempre bondoso. Por saírem mensagens de vida e discernimento de sua boca, todos que a ouvem são beneficiados. Uma mulher que é sábia traz sempre a Verdade de Deus e cumpre a Sua vontade.

 

Essas características estão presentes em muitas mulheres citadas na Bíblia. Maria foi chamada de ‘agraciada por Deus’, escolheu ser obediente a ponto de olhar além dela mesma, enxergou o propósito divino para a sua vida e se dispôs a carregar Jesus em seu ventre. Ester, apesar de todas as probabilidades, não se corrompeu e escolheu ser fiel a Deus, mesmo isso quase custando a sua vida e a de seu povo.

 

Você se lembra de Maria, que ficou aos pés de Jesus para ouvir Suas palavras? Ela reconheceu o quão precioso é o ensino d’Ele (cf. Lucas 10.38-42). E a fé da mulher do fluxo de sangue? Ela não se importou com os pensamentos alheios, mas com ousadia tocou na orla da roupa de Jesus e foi totalmente curada (cf. Mateus 5.24-34). Como são belos esses e outros exemplos de feminilidade bíblica! 

 

Há tanto para aprender através da vida dessas mulheres. Ao contrário do que vemos com frequência hoje, elas não perderam suas identidades, não foram insubmissas e independentes de Deus, mas escolheram depender do Senhor, honrá-lO, amá-lO, servi-lO e se sacrificar por amor. 

 

Por fim, queremos enfatizar o quanto somos gratos pela vida de cada leitora que se inspira nessas mulheres, mas principalmente em Jesus. Desejamos também parabenizar cada uma que nos acompanha por aqui: feliz dia das mulheres!

Política de privacidade