Carrinho

Do dia 7 ao dia 11 de março, tivemos a Semana de Toda Mulher. Foram 8 lives maravilhosas com as autoras da Bíblia de Toda Mulher.

Já falamos das lives do dia 8, Dia da Mulher em outro post (clique aqui para ler), e agora vamos falar sobre as outras 5 lives que tivemos nessa semana especial.

Deus está te chamando, mulher! - por Cláudia Canção

A Cláudia Canção nos convidou a aceitarmos o convite de Deus: nos aproximarmos Dele através da Palavra, cultivarmos o Secreto e gastarmos tempo em Sua presença. Podemos nos inspirar com as mulheres da Bíblia, que foram fortes e corajosas, como Débora e Jael, inseridas por Deus para realizar um papel naquele tempo da história.

A leitura da Palavra deve ser prioridade em nossas vidas e para te ajudar nisso, a Cláudia deu algumas dicas especiais:

  • Comece separando um tempo para passar com Deus todos os dias – precisamos dar o primeiro passo e reservar um tempo do nosso dia para ler a Bíblia e orar. Marque na sua agenda e busque ter disciplina nesse hábito tão necessário.
  • Deixe o celular de lado – Se necessário, avise as pessoas com quem você estiver conversando que você vai ficar sem responder por um tempo, coloque o celular em modo avião ou deixe longe de você. Mantenha sua mente e coração focados apenas no Senhor.
  • Escolha um livro ou um tema para começar o estudo da Palavra – É mais fácil sermos disciplinados quando seguimos um plano de leitura ou estudamos um tema específico. Assim, nossa mente absorve mais o conteúdo que estamos lendo e também sentimos mais vontade de continuar. Algumas alternativas, por exemplo: estudar o Pentateuco, as mulheres da Bíblia, as cartas de Paulo, etc.
  • Tenha um livro extra para esse momento – Você pode escolher um devocional diário ou um livro do tema que estiver estudando na leitura bíblica. Isso não deve substituir a leitura da Palavra.
  • Reserve alguns minutos para meditar naquilo que você acabou de ler – Não leia e saia do quarto. Medite e tire alguns minutos para refletir sobre o que estiver lendo. 
  • Ore – Podemos pedir ao Espírito Santo que nos revele o que Ele quer nos ensinar por meio da Palavra. 

 

Nosso momento com o Senhor deve ser um tempo de qualidade, não apenas um check na lista de afazeres do dia. Temos acesso ao autor da Bíblia e podemos pedir por entendimento. Que o Secreto seja cultivado e cada vez mais prazeroso para cada uma de nós. Sejamos apaixonadas pela Bíblia!

A Palavra capacita mulheres - por Ana Nóbrega

“Quando Jesus chegou, encontrou Lázaro já sepultado havia quatro dias. Ora, Betânia ficava a mais ou menos três quilômetros de Jerusalém. Muitos dos judeus vieram visitar Marta e Maria, a fim de consolá-las por causa do irmão. Marta, quando soube que Jesus estava chegando, foi encontrar-se com ele; Maria, porém, ficou sentada em casa. Então Marta disse a Jesus: — Se o Senhor estivesse aqui, o meu irmão não teria morrido. Mas também sei que, mesmo agora, tudo o que o senhor pedir a Deus, ele concederá. Jesus disse a ela: — O seu irmão há de ressurgir. Ao que Marta respondeu: — Eu sei que ele há de ressurgir na ressurreição, no último dia. Então Jesus declarou: — Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá. E todo o que vive e crê em mim não morrerá eternamente.Você crê nisto? Marta respondeu: — Sim, Senhor! Eu creio que o senhor é o Cristo, o Filho de Deus que devia vir ao mundo. Depois de dizer isto, Marta foi chamar Maria, a sua irmã, e lhe disse em particular: — O Mestre chegou e está chamando você. Quando Maria ouviu isso, levantou-se depressa e foi até ele, pois Jesus ainda não tinha entrado na aldeia, mas permanecia onde Marta o havia encontrado. Os judeus que estavam com Maria em casa e a consolavam, vendo-a levantar-se depressa e sair, seguiram-na, pensando que ela ia ao túmulo para chorar. Quando Maria chegou ao lugar onde Jesus estava, ao vê-lo, lançou-se aos seus pés, dizendo: — Se o Senhor estivesse aqui, o meu irmão não teria morrido. Quando Jesus viu que ela chorava, e que os judeus que a acompanhavam também choravam, agitou-se no espírito e se comoveu.”

A Ana leu este texto e nos mostrou alguns pontos importantes sobre a diferença entre Marta e Maria.

As duas irmãs falam a mesma frase: “Se o Senhor estivesse aqui, o meu irmão não teria morrido”. Marta, quando sabe que Jesus está chegando, vai ao seu encontro e diz com irritação, como se O estivesse cobrando. Maria não foi com Marta ao Seu encontro, mas esperou ser chamada. Apenas quando isso aconteceu, ela foi em Sua direção. E, antes de falar qualquer coisa, se prostrou, indicando humildade e um coração contrito. 

A diferença entre Marta e Maria está na reação que cada uma teve diante da dificuldade. Maria praticou a Palavra de Deus e agiu baseada nela. 

Assim como Maria, devemos praticar o que lemos na Bíblia. É apenas quando estamos cheias da Palavra de Deus, que conseguimos enfrentar os desafios da melhor forma.

Em outro texto, as irmãs aparecem novamente:

“Quando eles seguiam viagem, Jesus entrou numa aldeia. E certa mulher, chamada Marta, hospedou-o na sua casa. Marta tinha uma irmã, chamada Maria, que, assentada aos pés do Senhor, ouvia o seu ensino. Marta agitava-se de um lado para outro, ocupada em muitos serviços. Então se aproximou de Jesus e disse: — O Senhor não se importa com o fato de minha irmã ter deixado que eu fique sozinha para servir? Diga-lhe que venha me ajudar. Mas o Senhor respondeu: — Marta! Marta! Você anda inquieta e se preocupa com muitas coisas, mas apenas uma é necessária. Maria escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada.”

Aqui temos outro ensinamento. Enquanto Marta estava preocupada com as tarefas da casa, mais uma vez, Maria estava aos pés de Jesus, prestando atenção ao que Ele tinha para falar. E, assim como ela, devemos concentrar a nossa atenção no Mestre, pois não O entenderemos se não O ouvirmos. 

Jesus tem chaves para nos entregar, lições preciosas para aprendermos a passar por dificuldades confiando Nele e sabendo quem somos. 

Cada um de nós, com nossas diferentes personalidades, precisamos nos atentar a boa parte, assim como Maria.

Família guiada pela Palavra - por Kelly Subirá

“Agrade-se do Senhor , e ele satisfará os desejos do seu coração. Entregue o seu caminho ao Senhor , confie nele, e o mais ele fará.”

Quando entregamos nosso caminho ao Senhor, caminhamos segundo a Sua Palavra.

A Kelly Subirá falou com muita graça sobre a família que lê a Bíblia e a pratica. Um lar que transborda da Palavra é um lar apaixonado pelo Senhor, que percorre a jornada com pés firmes e convictos nas verdades que Ele diz.

Para cultivar essa busca por Deus dentro de nossas casas, a Kelly deu algumas dicas:

    • Incentive seus filhos a memorizarem versículos –  Se eles tiverem a Palavra, vão saber discernir o coração de Deus bem como enfrentar as dúvidas e desafios.
  • Sempre lembrá-los de que a Bíblia não é uma história distante, é uma história que continua em nós.
  • Encher a casa com versículos para os filhos lerem – Você pode escrever em post it e colar nas paredes.
  • Priorizar o momento de se sentar à mesa em família – Cuidar da vida espiritual, com tempo de oração uns pelos outros e perguntando sempre o que Deus está falando a cada um dos filhos. Uma boa ideia é criar o hábito de fazer cultos domésticos.

 

A Palavra de Deus nos movimenta, nos tira da apatia, nos mostra quem somos e qual caminho devemos seguir. Ela é vida para nós. Se desde cedo, nossos filhos aprenderem a amar a Bíblia, com certeza crescerão mais fortes e cheios da verdade. E desse modo, eles viverão por convicções e não por sentimentos.

Devemos nos apaixonar pela Palavra para que nossos descendentes também a amem e a sigam.

Obediência à Palavra - por Rapha Gonçalves

No último dia da Semana de Toda Mulher, tivemos duas lives! A primeira foi com a Rapha Gonçalves e ela falou sobre a importância de obedecermos a Palavra de Deus.

 É através dessa obediência que podemos viver uma vida plena. E, para isso, a Rapha deu algumas dicas:

  • Seja intencional no dia a dia – comece o dia perguntando o que Deus quer que você faça e como você pode obedecê-lo.
  • Não deixe a obediência para depois – dê os primeiros passos, mesmo que pareçam pequenos – por exemplo: escolher perdoar, não mentir, ser mansa mesmo se sentindo irritada.
  • Sempre medite nas Escrituras – todas as nossas decisões devem ser pautadas na Palavra de Deus. Ele não pede por algo que não esteja embasado na Bíblia. Precisamos ler, meditar e nos encher das verdades de Cristo.

“Porém Samuel disse: — Será que o Senhor tem mais prazer em holocaustos e sacrifícios do que no obedecer à sua palavra? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar, e o ouvir é melhor do que a gordura de carneiros.Porque a rebelião é como o pecado da feitiçaria, e a obstinação é como a idolatria e o culto a ídolos do lar. Por você ter rejeitado a palavra do Senhor , também ele o rejeitou como rei.”

Nossa obediência traz Glória ao nome de Deus, é uma postura de adoração a Ele. E nós temos o Espírito Santo que nos ajuda a sermos obedientes. 

A Rapha nos lembrou de que a igreja que mais cresce é a igreja do Irã, que não tem acesso a Bíblias. Eles valorizam e guardam a Palavra como um tesouro e, por isso, tem se multiplicado e pagado o preço da obediência radical!

Nosso desejo deve ser em amar tanto a Bíblia a ponto disso se tornar uma consequência natural do nosso amor, pois é apenas através dela que podemos ser transformadas e transformar os ambientes ao nosso redor.

Mulheres apaixonadas pela Palavra - por Nívea Soares

 Para fechar essa semana cheia de lives inspiradoras, a Nívea Soares falou sobre alguns pontos que devemos estar atentas.

Posicionamento

“Porque, se você ficar calada agora, de outro lugar virá socorro e livramento para os judeus, mas você e a casa de seu pai perecerão. Mas quem sabe se não foi para uma conjuntura como esta que você foi elevada à condição de rainha?”

 Devemos nos posicionar no tempo em que estamos vivendo. Muitas vezes nos questionamos e nos sentimos incapazes, tão pequenas, mas Deus usa os improváveis, usa as coisas loucas para confundir as sábias.

Relacionamento verdadeiro com Deus

“Quando Moisés entrava na tenda, descia a coluna de nuvem e punha-se à porta da tenda; e o Senhor falava com Moisés.”

Assim como Moisés, devemos buscar conhecer a Deus face a face e nos relacionarmos com Ele. Precisamos cultivar o Secreto, o lugar onde lemos sua Palavra, meditamos, conversamos com Ele e o adoramos.

Deus deseja se relacionar conosco, e isso é algo que leva tempo e muito tempo de conversa, onde eu falo, Deus escuta, Deus fala e eu escuto.

Quem está te influenciando?

Josué, que iria ser o sucessor de Moisés, o tinha como exemplo, influência e referência.
Quem são as pessoas que você admira e tem como referência? Elas buscam ao Senhor e vivem a Palavra em seu dia a dia?
Josué seguia Moisés para o lugar mais importante, a presença do Senhor e isso o preparou até chegar a hora dele liderar o povo.

A presença de Deus

“Cerca de oito dias depois de proferidas estas palavras, Jesus levou consigo Pedro, João e Tiago e subiu ao monte com o propósito de orar. E aconteceu que, enquanto ele orava, a aparência do seu rosto se transfigurou e a roupa dele ficou de um branco brilhante.E eis que dois homens falavam com ele: eram Moisés e Elias, que apareceram em glória e falavam da morte de Jesus, que ele estava para cumprir em Jerusalém.”

O protagonista dessa história e de todas é Jesus, o Antigo Testamento apontava para a vinda de Jesus e o Novo Testamento inteiro é sobre Ele.
Não há outro lugar para estarmos. Nós temos livre acesso ao trono de Deus, não precisamos de facilitadores, podemos entrar na Sua presença sem a necessidade de facilitadores; ela é o nosso maior tesouro.

A Nívea nos convidou a nos apaixonarmos pela Palavra de Deus e Sua presença. Essa busca deve ser o maior anseio do nosso coração.

Esperamos que essas lives tenham te inspirado e motivado a cultivar um relacionamento com Deus. Nós fomos feitas à Sua imagem e semelhança. Nascemos para adorá-lO e caminhar com Ele todos os dias de nossas vidas, e é através da Palavra que aprendemos quem somos, por quem vivemos e como chegamos até Ele.

Política de privacidade