Carrinho

Vamos conhecer um pouco mais do novo lançamento da Editora 4 Ventos? Pound for pound: chamados para dar frutos é um uma obra empolgante que nos faz refletir sobre o nosso chamado e sobre a mordomia cristã. Como o próprio subtítulo já diz, seu conteúdo nos chama a cuidar daquilo que o Senhor nos entregou e nos traz à memória a responsabilidade que temos de frutificar para a honra de glória de Deus.  

 

Conheça a sinopse do livro

 

Deus nos criou com inúmeras habilidades. Assim como na parábola relatada em Mateus 25, a alguns de nós é concedido um talento, enquanto a outros são entregues dois ou cinco. Como, então, podemos aproveitar ao máximo todos os dons que o Senhor nos deu? Nesse livro, uma obra libertadora e poderosa do promissor pastor e pregador Mike Kai, os leitores aprenderão a identificar e a desenvolver os talentos que têm, aplicando-os segundo os propósitos de Deus e evitando a armadilha do jogo da comparação, o qual traz apenas vergonha e culpa. 

 

Sobre o autor – Mike Kai

 

No início de sua jornada, Mike Kai foi pastor de jovens na Hope Chapel Kane’ohe Bay, sob a liderança do pastor Ralph Moore. Em 2001, fundou a Hope Chapel West Oahu, uma igreja que começou com quarenta membros, cresceu, e agora conta com mais de três mil. Os planos do coração de Mike são voltados ao preparo dos santos de Deus e desencadearam o surgimento das conferências Equip and Inspire, que atraíram centenas de pessoas de todo o mundo. Seu ministério, Send Hope International, treina e orienta plantadores de igrejas e missionários que foram enviados para a Austrália, Japão, Tailândia e Filipinas. Mike é um pregador requisitado nos Estados Unidos e no mundo. Ele, sua esposa Lisa e suas três filhas moram em Oahu, Havaí. 

 

O autor inicia o livro falando um pouco sobre a sua jornada e seu testemunho de vida. No decorrer das 328 páginas, você vai encontrar uma história recheada de surpresas do Senhor e da fidelidade de Mike ao chamado de Deus. Não faltam exemplos inspiradores de uma boa mordomia. É como Jesus cita em Mateus 25.29-30:

“[...] A todo o que tem, mais será dado, e terá em abundância; mas ao que não tem, até o que tem lhe será tirado. Quanto ao servo inútil, lancem-no para fora, nas trevas. Ali haverá choro e ranger de dentes.”

Sua fidelidade vai fazer você chegar lá

 

Essa leitura nos leva a questionar o que estamos fazendo com aquilo que o Senhor tem nos entregado e a nossa fidelidade ao próprio chamado de Deus. A obra nos lembra que não podemos negligenciar aquilo que temos em nossas mãos e fugir dessa responsabilidade. 

Por isso, percebo duas lições nessa parábola: tudo vem de Deus, e o que faço com o que me foi dado é minha responsabilidade.

Como o próprio Jesus nos ensina, precisamos multiplicar. Mas, antes da ação, é necessário entender um pouco da teoria através de alguns conceitos da multiplicação. Durante a leitura, o autor nos ajuda a ter uma visão mais clara sobre o que deveríamos fazer com aquilo que o Senhor nos entregou. Inicialmente, aponta para a fidelidade que deve ser cultivada em meio a todos os processos da vida, tendo em mente que o tempo de dar os frutos pode ser longo, mas, ao final, a espera nos trará uma grande maturidade.

Continue sendo fiel ao que Deus lhe chamou para fazer, independentemente das condições e com a certeza de que você frutificará na hora certa.

Ser fiel e constante pode nos levar mais longe do que imaginamos. Mike divide um pouco dos processos nos quais fidelidade e constância foram essenciais para que ele vivesse a vontade de Deus e fosse um bom mordomo.

Se fôssemos leais e obedecêssemos à vontade do Senhor, Ele nos ajudaria a encontrar soluções criativas para administrar tudo o que estava em nossas mãos.

 

Também é destacada a importância da excelência nas pequenas coisas. Só quando cuidamos bem das pequenas coisas somos aperfeiçoados para lidar com as grandes coisas que o Senhor tem para nós. A perspectiva que o autor traz é a de alguém que já viveu muitas experiências com Deus e O conhece. 

 

Deixando o ringue

 

É preciso estar disposto a abrir mão do passado, dizer adeus ao que já foi e se abrir ao novo de Deus — mesmo quando essa não é a nossa vontade. Uma obediência radical custa alguns passos ousados de fé e nos leva a um novo nível de intimidade e experiências com nosso Pai.

Não seremos elevados a um novo patamar se estivermos carregando coisas que pertencem ao passado.

 

Mike compartilha com os leitores como foi para ele abrir mão de diversas coisas que gostava para seguir a direção que Deus mostrou. Sem dúvidas, foi necessária uma nova visão e mudança de foco — do medíocre para o extraordinário.

 

A importância da cultura

 

Nos últimos capítulos, você vai encontrar boas lições sobre liderança estratégica. Como pastor e líder, Mike escreve com autoridade sobre a relevância da cultura em qualquer organização ou comunidade. Uma das frases mais marcantes está no capítulo 8:

Cultura é a essência e o fundamento. Ela molda os costumes e valores, o que, por sua vez, determina o sucesso da instituição.

 

O sucesso pessoal também depende da cultura que estabelecemos em nossas vidas. Como o próprio autor ensina: ou você cria uma cultura com aquilo que acredita ou criarão por você. Isso impacta diretamente na colheita futura, seja na igreja, na família ou até mesmo na área profissional. Quando escolhemos liderar com base na cultura, também precisamos ter cuidado com a tolerância às coisas que vão contra aquilo que estamos cultivando. Tolerar ideias contrárias ao que acreditamos nos leva, pouco a pouco, a negociar o que é inegociável dentro da própria cultura.

 

Há diversos ensinamentos, ao longo de toda a obra, sobre liderança. Cada exemplo contribui para que o leitor amadureça dentro de si a disposição de viver para além do próprio propósito. Fica claro o fato de que os sonhos de Deus vão além de nós mesmos, transcendendo nossas vidas. 

Grande parte das pessoas deseja fazer a diferença e contribuir para algo que transcenda sua própria vida.

 

Coragem faz parte da luta

 

Coragem é essencial para vivermos além das circunstâncias naturais que o mundo pode nos oferecer. Mike nos instiga a ter uma mentalidade de dependência de Deus, o que exige fé e coragem. Quando essa mentalidade é real em nossas vidas, temos ousadia para não recuar perante às circunstâncias difíceis, e o próprio Deus nos ajuda a viver em plenitude, independente das dificuldades.

Se não temos coragem, não temos glória.

 

Sempre contente, mas nunca complacente

 

No último capítulo, você será encorajado a aperfeiçoar seu potencial e aquilo que já há dentro de você. O capítulo mostra que não podemos nos acomodar e achar que já somos perfeitos o suficiente, mas sim buscar crescer cada vez mais. Esse é um verdadeiro encorajamento para alcançar um nível completamente novo de intimidade com Deus, se desapegando das suas limitações e esticando ainda mais sua capacidade.

 

Convidamos você a se entregar a essa leitura que vai conduzi-lo a compreender como frutificar e fazer o melhor através daquilo que Deus lhe entregou. Essa obra desperta uma forte vontade de sair da nossa zona de conforto e enxergar além da limitação humana. Você será lembrado de que a vontade de Deus para a sua vida pode até ser desafiadora, mas a recompensa faz tudo valer a pena. 

Política de privacidade