Carrinho

Todo mundo já sentiu dificuldade para começar algo novo. Queremos fazer muitas coisas ao mesmo tempo, planejamos, colocamos no papel, mas na hora de realmente dar o primeiro passo, não sabemos como iniciar. O motivo para isso acontecer é que estamos acostumados a ter tudo on demand. Podemos assistir filmes e séries na hora que quisermos e com muita facilidade, os cultos também já vêm prontos, os serviços de comida delivery chegam, normalmente, com grande rapidez às nossas casas. É tudo muito rápido. Não precisamos preparar nada.

Quando decidimos caminhar para um nível maior de intimidade com Deus, percebemos que esse nosso costume deve mudar. Para termos um bom relacionamento com Deus, precisamos construí-lo e para construir, precisamos fazer o alicerce e colocar o primeiro tijolo. Com a Bíblia acontece de forma semelhante: precisamos começar de algum lugar. Temos que conhecer a base para entender todo o resto. 

Um tempo atrás, minha amiga começou a ir para a igreja e a se interessar pela vida cristã. Eu perguntei se ela queria começar a ler a Bíblia e ela topou. Como ela nunca tinha lido as Escrituras antes, nem feito devocional, eu tive que pensar sobre qual livro seria ideal para iniciar a aventura. Ela precisava entender o grande amor de Deus por nós, perceber o quão poderoso Ele era e ainda é e o impacto que a vida de Jesus teve para o nosso presente e futuro.

Para entender a vida de Jesus, devemos ler os Evangelhos, que consistem  nos livros de Mateus, Marcos, Lucas e João. Eles contam a história de Jesus, onde nasceu, por onde andou enquanto esteve aqui, os milagres que fez e as palavras que proferiu. Esses livros nos fazem imaginar as cenas como se fosse um filme. Eles descrevem Jesus, então é o melhor lugar para começar a conhecer nosso Salvador.

Sabendo disso, precisamos ter em mente que cada evangelho tem uma peculiaridade. Por quê? Porque cada um deles foi escrito por uma pessoa diferente:

Mateus – discípulo de Jesus – da cidade de Cafarnaum, coletor de impostos, as pessoas o odiavam, porque ele era um judeu que “tirava” dinheiro dos seus compatriotas. Ele apresenta Jesus como o Rei – Messias. É no livro de Mateus que lemos vários sermões, como o sermão do Monte, mostrando, assim, Jesus como Mestre.

Marcos – não foi um dos discípulos de Jesus – Seu nome, na verdade, era João Marcos. Quando Pedro foi liberto da prisão em Atos 12:6-11, foi para a casa de Marcos. João foi companheiro de Paulo e Barnabé em uma viagem missionária, mas acabou desistindo. Paulo não quis mais viajar com ele, mas Barnabé o chamou para ser parceiro dele em outra viagem. No final da vida de Paulo, ele chamou João Marcos, mostrando carinho para com ele. Além de trabalhar com Paulo, João serviu com Pedro. O evangelho de Marcos mostra Jesus como Cristo, o Filho de Deus, o Deus que desceu ao mundo para servir, mostrando-nos que é isso que devemos fazer também.

Lucas – não foi um dos discípulos de Jesus – Era médico. Amigo de Paulo. Proclamou o evangelho para os gentios, escrevendo em grego simples para todos entenderem. Além disso, ele explica os contextos históricos do cristianismo, para maior veracidade. Em seu livro, Lucas enfatizou a alegria, cânticos espirituais  e a oração. Lucas mostra Jesus como Salvador e Redentor, além de cheio de compaixão, importando-se com os menos favorecidos. Depois de escrever esse livro, ele escreveu Atos. Os dois livros foram escritos para Teófilo, estudiosos da palavra acreditam que ele era de uma alta classe social e mantenedor do ministério de Lucas.

João – discípulo de Jesus – Judeu palestino,  conhecido como “filho do trovão” e também como “o discípulo a quem Jesus amava”. Além do evangelho de João, escreveu I, II e III João e Apocalipse. Trabalhava com pesca junto com Pedro e Tiago, seu irmão. Um dos três discípulos mais íntimos de Jesus. João, Pedro e Tiago viram alguns milagres que os outros discípulos não viram, incluindo a Transfiguração, em que mostrou Seu propósito e Sua glória. Foi para João que Jesus pediu para que cuidasse de Maria como sua própria mãe. João é descrito como “o discípulo amado”, o que reafirma sua intimidade com Jesus. No evangelho, João mostra Jesus como humano e como filho de Deus. Ele enfatizou os milagres e os ensinamentos que eram gerados a partir deles.

Os 4 livros contam todas as aventuras de Jesus. Alguns milagres que Ele fez estão em mais de um desses livros, e outros apenas em um. Os dias em que as histórias se passam são os mesmos, mas cada autor viveu esses momentos de uma forma distinta.

Ao ler cada um desses livros, mesmo com histórias repetidas, temos insights diferentes e conseguimos aprender coisas novas. 

De todos os Evangelhos, acredito que o melhor para começar a jornada da leitura bíblica seja João, pois ele mostra desde o primeiro capítulo a deidade de Jesus, Seu relacionamento com o Pai e o Seu propósito. O livro nos leva a entender que Jesus é cheio de glória, mas mesmo assim se fez humano para salvar todos que tenham fé Nele, livrando-nos do pecado e nos dando o Espírito Santo e a vida eterna. João queria ver pessoas entendendo quem era Jesus e sendo salvas. 

“ Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que enviou seu filho unigênito, para que todo aquele que crê, não pereça, mas tenha a vida eterna.”

No final do evangelho de João, lemos sobre a morte e a ressurreição de Jesus. Depois desse livro, temos Atos, que é a continuação dos acontecimentos que João relatou. Depois que Jesus subiu aos céus, os seus seguidores não sabiam exatamente o que fazer e precisavam descobrir, sendo guiados pelo Espírito Santo. Como é de se esperar, eles vivem muitas aventuras e é uma ótima ideia continuar a leitura bíblia neste livro.

DICAS EXTRAS:

  • Tenha em mente seu objetivo, conhecer o seu Pai – sempre que estiver desanimado ou tendo dificuldades de entender, lembre-se que a sua intenção é conhecer a Deus, saber quem Ele é, sua personalidade e caráter. Você quer ter um relacionamento mais profundo com Ele. Lembrando disso, você não vai desistir com facilidade.

  • Sempre ore antes de começar a ler a Bíblia – peça por entendimento para compreender as histórias contadas e tudo aquilo que Deus quer falar com você.

  • Tenha uma Bíblia de estudo ou algum outro livro que explique o contexto – uma ótima maneira de não ficar confuso com as histórias e todas as cidades mencionadas é ter um livro de estudo. Pergunte para seus líderes quais eles indicam para esse propósito.

  • Tire suas dúvidas com alguém experiente – sempre que você tiver uma dúvida sobre o que está lendo, pergunte para o seu líder ou alguém mais experiente que você.

Pode parecer complexo, mas o Evangelho é simples. Jesus morreu por mim e por você para nos salvar da morte e para caminharmos com Ele até a eternidade. Esse tempo que vivemos aqui na terra deve ser para melhor conhecer nosso Salvador. Ele quer ter um relacionamento conosco, então nos enviou o Espírito Santo, que facilita o nosso entendimento das coisas do Céu, inclusive da Bíblia. Ele é quem traz clareza para a nossa mente e convicções para o nosso coração. Não perca a chance de ter um relacionamento com Ele. Você não vai se arrepender.
Se você está procurando por uma Bíblia, deixo aqui o link das que temos na 4 Ventos

Fontes de pesquisa:
https://www.youtube.com/watch?v=QmcichboAF4&t=429s
https://www.youtube.com/watch?v=RDvrqE2qM90
Livro: Quem é quem na Bíblia Sagrada 
Bíblia A Mensagem

Política de privacidade