Carrinho

Um dos nossos valores aqui na Editora 4 Ventos é a paixão pela Presença de Deus. Isso envolve muito mais do que apenas sentir no coração um amor grande por Ele, mas também honrá-lO e estar pronto para sofrer por Ele. Como está em Filipenses:

Porquanto, por amor de Cristo vos foi concedida a graça de não somente crer em Cristo, mas também de sofrer por Ele.

Temos a graça de sofrer por Cristo e de viver uma vida tão ousada anunciando a Sua Verdade a ponto de sermos perseguidos. Isso faz parte do real e único evangelho pregado por Jesus, ao qual hoje temos acesso e devemos espalhar onde formos. Sua vida pode refletir Jesus a partir da obediência em permanecer fiel quando as coisas não estão fáceis. Mesmo nas dificuldades, lembre-se que a graça d’Ele te capacita para isso.

 

A verdadeira vida com Cristo não nos isenta de sofrimentos e perseguições, mas nos leva ao esvaziamento de nós mesmos (Filipenses 2:7), como Ele mesmo fez por nós, assumindo a forma de servo e obedecendo até a morte de cruz. Seu amor foi além de ensinamentos por meio de palavras, Ele se entregou totalmente por nós.

 

Não devemos nos preocupar em evitar sofrimentos na caminhada com Cristo, alguns sofrimentos serão inevitáveis enquanto anunciamos a Verdade. O que devemos fazer é nos render à Sua graça que é capaz de nos moldar, pois nesse processo somos santificados. O nosso coração deve estar empenhado em agradar a Deus, estar perto d’Ele e permitir que o sofrimento haja na nossa santificação.

 

Uma mãe que está prestes a dar à luz um bebê sente a dor do parto, mas a sua entrega ao processo de parir é o que vai ajudá-la a permanecer até o final. Quando encontramos um propósito em meio a dor e entendemos que ela não é o fim, mas o meio para o nascimento de algo — como no exemplo do parto em que a dor e as contrações é que fazem o bebê nascer —, ela passa a ser suportável, pois enxergamos um propósito real. Quando Jesus é a nossa motivação, encontramos a graça para sofrer por Ele.

 

A busca pela presença do Senhor não se resume apenas a momentos de alegria e muitas conquistas. Muitas vezes, passaremos por momentos difíceis de entrega, nosso coração ficará dividido e até mesmo enfrentaremos aflições como Jesus disse que aconteceria (João 16:33). Mas temos Ele e isso deve nos bastar.

Eu disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo.

A razão para nos lembrarmos disso é simples: Não devemos focar no sofrimento em si, mas n‘Aquele que permanece ao nosso lado. Nesse processo, todo nosso ser é aperfeiçoado pelas dificuldades, nossos limites são desafiados e encontramos a sua graça maravilhosa, que é capaz de nos transformar dia após dia.

 

Assumindo essa nova perspectiva, entendemos o que Paulo disse:

Porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro.

Entregar a nossa vida para morrer por Cristo e estar disposto a dizer sim a qualquer coisa que Ele possa nos pedir é incrível. Todos os nossos dias, minutos, horas e segundos se encontram entregues a Ele. Nosso Deus merece uma entrega sem medida!


O que Ele deseja é muito mais do que morar no nosso coração, Ele quer ser o Senhor dos nossos corações. Deus não só deve morar em nós, mas governar a nossa vida. Quando entendemos isso, fica claro que não é sobre nós, é sobre Jesus. Se confiamos no amor de d’Ele e cremos que nada foge do Seu controle, podemos nos alegrar em meio à dor.


Por fim, esperamos que você renove sua visão em relação ao sofrimento. Toda dor é temporária e um dia vai passar. Não esqueça que o sofrimento nunca é em vão, mas pode te aproximar do Senhor e te levar a abençoar a vida de outras pessoas através do seu testemunho. As lutas podem parecer grandes, mas jamais serão maiores do que o chamado que o Senhor tem para a sua vida. Se permita ser aperfeiçoado por meio delas!

Política de privacidade