Carrinho

Viver no modo automático pode tirar de nós o sentido do propósito de nossa existência. Necessitamos ser lembrados diariamente do motivo pelo qual fazemos o que fazemos, seja em nosso trabalho, seja na construção da família, nos estudos ou até mesmo nas atividades cotidianas. Existe um propósito maior por trás de cada check (atividade concluída) no nosso planejamento com Deus. 

 

Neste post, nossa intenção é esclarecer questões que muitas vezes passam despercebidas ou são, até mesmo, ignoradas por nós. Isso pelo fato de termos perdido o senso de propósito em nossos afazeres. Temos classificado as nossas tarefas apenas como coisas comuns do dia a dia, tirando o valor que elas realmente têm. Antes de mais nada, consideremos a seguinte verdade: tudo o que fazemos no natural reflete no mundo espiritual, pois o nosso Pai é Espírito, e Ele criou todas as coisas.

As demandas rotineiras podem nos tirar do lugar de adoração intencional a Deus, levando-nos a esquecer o real motivo das nossas entregas.

Tudo o que fazemos é uma adoração a Deus

 

Sim, nossa vida deve render adoração a Deus; e se podemos adorar ao Senhor com as nossas palavras, imagine por meio das nossas atitudes! A adoração faz parte do nosso estilo de vida e impacta todas as coisas que tocamos. Tudo envolve a nossa adoração a Ele. As coisas simples do dia a dia, por exemplo, por incrível que pareça, normalmente, moldam o nosso caráter. Estar presente de corpo, alma e espírito no que estamos fazendo tem relação com a intencionalidade na busca por Deus.

Deus é espírito, e é necessário que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade.

Uma entrega sem medida, buscando de forma constante viver inteiramente para Ele, vigiando os passos e construindo diariamente algo mais real e profundo, requer de nós atenção nos mínimos detalhes. Para ajudá-lo(a) ainda mais, elencamos, a seguir, passos práticos para não cair na monotonia da sua própria rotina, com o entendimento de que mais importante do que apenas viver a vida é ter a consciência de que precisamos ter uma vida submetida ao Espírito Santo.

1. Escute o que o Espírito está falando

Sua vida não pode ser dirigida no modo automático, pelo contrário, ela deve ser direcionada pela sensibilidade da voz do Espírito Santo; Ele é quem dá as direções certas. Se estamos fazendo tudo sem a direção d’Ele podemos nos perder do verdadeiro propósito ou até perder a motivação correta.

O que está me conduzindo? O que está movendo tudo isso? Com toda honestidade, quão pura é a minha motivação? Isso flui de um desejo sincero de viver plenamente para o Senhor, de todo o meu coração? O que está por trás disso é, de alguma forma, duvidoso? Está enraizado na intimidade e rendição? Ou em outra coisa? – Jeremy

Uma vida de intimidade aos pés do Senhor vai ser a melhor inspiração para todos os seus dias. Não há nada melhor do que iniciar cada dia buscando o Senhor, ouvindo as suas direções e se submetendo a cada uma delas.

 

 2. Seja grato

 

A nossa gratidão deve ser constante. Devemos agradecer não apenas quando coisas boas acontecem, mas sempre. Ser grato é uma escolha que envolve olharmos para aquilo que já foi feito por Deus. Colecione palavras de gratidão e dedique a Ele, até que seu coração ache a real alegria no Senhor. Sua gratidão vai ajudá-lo a manter o foco no lugar certo, em Jesus.

 

  3. Medite em quem Ele é

 

A Bíblia diz que devemos meditar na Palavra dia e noite, porque isso edifica o nosso espírito, nos alimenta e gera vida em nós. Meditar nas Escrituras é olhar para a verdade de quem Ele é e quem nós somos n’Ele, não perdendo de vista a nossa verdadeira essência.

 

 4. Tenha uma visão clara de onde quer chegar

 

Quanto mais claras forem as suas motivações, mais fácil vai ser atingir o seu alvo. Você precisa buscar intencionalidade no que faz, e a melhor forma de fazer isso é deixando nítidos visão e os objetivos que caminham com a visão. Com certeza isso irá impulsioná-lo(a) nessa caminhada.

  

5. Analise o seu coração

 

Faça uma análise de como está o seu coração. Desenvolva esse autoexame a fim de perceber o que pode estar fora do lugar, se existe algo ocupando muito espaço a ponto de tirar a sua alegria, como a falta de perdão, a amargura, a comparação etc. Tudo isso não deve fazer parte da nossa nova natureza, aliás, muitas vezes, são esses sentimentos que nos impedem de avançar. Portanto, livre-se deles!  

 

6. Tenha um dia off 

 

 

O descanso é bíblico, é um padrão de Deus. Ele nos ensinou que o descanso é bom e deixou como exemplo o fato de que até Ele, mesmo sendo Deus, descansou no sétimo dia.

A­bençoou Deus o sétimo dia e o santificou, por­que nele descansou de toda a obra que realizara na criação.

Com isso, reflita: melhor é ter muito sem o descanso e a graça de Deus ou o ideal é render-se ao descanso, confiando que a graça de Deus é suficiente para capacitá-lo(a) a chegar mais longe?


Faça uma lista daquilo que pode energizar seus dias de descanso, busque ser preenchido por Deus e esteja abastecido(a) da energia que você precisa para viver os dias de forma leve e com muita alegria.


Ajuste o seu foco n’Ele e saia do automático. Lembre-se que ser intencional é estar atento, dirigindo em uma longa estrada e ouvindo a voz do melhor Condutor.

Política de privacidade