Carrinho

Quantas vezes nos pegamos desejando uma vida confortável, em que não precisamos praticar a nossa fé ou nos colocar em um lugar de risco? Escolhas como essa nos colocam em uma zona de conforto na qual não abrimos espaço para que o Senhor venha com o sobrenatural. Você já se perguntou qual foi a última vez que se arriscou em algo novo e dependeu completamente do Senhor?

Assim como Jesus fez com Pedro, Ele nos chama para sairmos do barco e andarmos sobre as águas (cf. Mateus 14.29). Em cada passo, o Mestre quer nos sustentar e gerar ainda mais fome em nós pelos próximos níveis de profundidade com Ele. Somente nesse processo, podemos amadurecer espiritualmente e ver crescimento em cada área da nossa vida.

Com isso, podemos refletir sobre mais uma pergunta: o que, então, nos impede de avançar para o próximo nível que o Senhor tem para nós?

 

  1. Jogar para não perder

Isso ocorre, por exemplo, quando entramos em algum jogo com a mentalidade errada, ou seja, nós nos esforçamos pouco e ficamos em uma zona segura para não perder, e não entramos com sede de vitória. Não avançamos para ganhar, mas nos contentamos com o pouco, ou até mesmo com o nada, desde que não haja perda. Seguir a jornada dessa forma nos limita e nos paralisa, pois quando permanecemos nesse lugar de poucos riscos, estagnamos nos níveis de profundidade com Deus. 

 

 

Diante desse cenário, o melhor que podemos fazer é jogar para não perder. Essa é uma mentalidade que precisa ser eliminada de nossas vidas, pois ela é capaz de nos impedir de alcançar o next level que Deus tem para nós.

 

2. Não ter a percepção correta

 

Outro ponto importante é que, para construirmos algo, devemos buscar uma visão do Senhor, pois é ela que irá nos manter e nos dar resiliência em meio aos processos. Porém, mais do que isso, a direção de Deus nos proporciona uma percepção ampla das situações. Embora diversos obstáculos apareçam diante de nós, tentando nos impedir de cumprirmos alguma palavra específica de Deus ou permanecermos na caminhada, quando estamos alinhados com o Senhor e percebemos o agir d’Ele, essas dificuldades não influenciam o nosso posicionamento. Uma vez que temos a percepção divina sobre as coisas ao redor, avançamos com muito mais firmeza e fé no propósito de Deus, buscando os pensamentos d’Ele sobre cada situação.

 

Não basta apenas ter visão, precisamos ter percepção. Ver não é suficiente. É necessário perceber. Há coisas que Deus está fazendo que só serão experimentadas de forma plena se forem percebidas. Ver não basta quando o assunto é o novo que o Senhor está fazendo.

 

3. Falta de declaração

Uma coisa é certa: a nossa fé precisa impactar as nossas palavras! Se cremos nas promessas que o Senhor tem nos dado, as nossas orações devem denunciar isso. Quando formos orar e colocar planos ou desejos diante do Pai em relação às Suas promessas, precisamos assumir uma posição de declaração, pois além de ser um ato de fé, declarar as palavras de Deus sobre nós, sobre o mundo ao redor ou sobre as situações traz esperança ao nosso coração em dias difíceis.

 

Abraão decidiu alinhar suas palavras com a visão que Deus havia lhe dado. Essa foi a tática de guerra que o levou a vitória. Precisamos começar a declarar palavras que estejam de acordo com a nossa visão.

 

Nossas declarações podem mudar situações naturais, se crermos. A Palavra de Deus nos revela preceitos que renovam a nossa mente e, assim, estabelece a Verdade sobre cada etapa que vivemos. Existe poder quando nos posicionamos e declaramos com fé aquilo que o Senhor já nos entregou.

 

 4. Não ser intencional

 

Por fim, intencionalidade envolve aquilo que fazemos com o tempo e com os recursos que temos, e a forma com que administramos o pouco que recebemos em nossas mãos vai nos capacitar a vivermos o próximo avanço com o Senhor. O que fazemos com o tempo que nos foi dado? Como utilizamos o recurso que temos? As respostas para essas questões vão apontar para o nosso crescimento ou não. 

Deus não nos quer totalmente prontos, mas, sim, preparados, firmes e constantes para quando as portas do nosso próximo nível forem abertas. Por isso, necessitamos ser intencionais no nosso dia a dia e sempre ter uma visão clara do porquê fazemos o que fazemos. 

 

Uma parte dos pontos citados aqui você pode encontrar no livro Next Level, que é uma obra cheia de dicas práticas para homens e mulheres de Deus que desejam se preparar para o próximo nível de suas vidas. Podemos dizer que, da primeira à última página, Next Level, escrito por Teófilo Hayashi (líder e fundador do Dunamis), é um convite para sair da zona de conforto e abraçar os processos que existem entre o chamado e o cumprimento das promessas de Deus. A mensagem do livro é clara e poderosa: crescimento e conforto não coexistem.

 

Se você quer se desenvolver e se autoliderar, debaixo das palavras de Deus, você precisa conhecer esta obra!

 
Política de privacidade